Publicidade

Arquivo da Categoria Sem categoria

terça-feira, 2 de outubro de 2012 Sem categoria | 18:08

ATÉ BREVE!

Compartilhe: Twitter

Meu casamento com o Portal iG chega a seu final nesta terça-feira, 2 de outubro de 2012. Foram mais de dez anos ao longo de duas passagens por aqui. Sentirei saudades desta casa, é claro.

Quero agradecer a todos que trabalharam comigo pelo respeito, coleguismo e profissionalismo. Aprendi muito com todos vocês, tenham certeza. E quero aproveitar também para elogiar a seriedade do iG, que sempre cumpriu com todas as suas obrigações para comigo, além de me ter dado muitas oportunidades.

O botequim fecha as portas hoje, mas estarei reabrindo-o em outro lugar. Vou continuar com o blog em outro importante portal brasileiro. Não posso dizer neste momento qual é.

Os que me seguem no Twitter (@FRSormani) em breve saberão o local onde o botequim vai reabrir as suas portas. Se você ainda não me segue, faça-o agora.

Um abraço a todos e até breve.

Autor: Tags:

terça-feira, 18 de setembro de 2012 Sem categoria | 23:33

UM POUCO DE UM DOS NOSSOS PARCEIROS

Compartilhe: Twitter

Rapaziada: momento de descontração. Faz tempo que estou com as fotos do Marcos Gordinho com a camisa autografada da seleção que eu sorteei aqui no blog. Foi uma cortesia da Netshoes, como vocês se lembram.

Estou pensando em fazer um mural com fotos de todos vocês. Pra que a gente possa se conhecer melhor. Estou procurando a melhor fórmula. Assim que eu a encontrar, estarei postando aqui.

O que vocês acham?

Enquanto isso, vamos curtir o nosso parceiro Marcos Gordinho. Não sei o que aconteceu, mas as fotos ficaram pequenas demais. Mas dá pra gente curtir, como falei:

Autor: Tags:

quinta-feira, 13 de setembro de 2012 Sem categoria | 22:53

VEM COISA BOA POR AÍ

Compartilhe: Twitter

O botequim está aberto, como vocês estão vendo. Mas o dono não está do outro lado do balcão.

No momento, ele faz uma pesquisa que deve render um post bem interessante. Espero que vocês continuem aparecendo por aqui, pois a cerveja continua trincando de gelada e os tira-gostos continuam com a mesma qualidade de sempre.

Aguardem, pois vem coisa boa. Acho que vocês vão gostar.

Abs.

Autor: Tags:

quinta-feira, 6 de setembro de 2012 Sem categoria | 11:54

ANDREW WIGGINS É A NOVA PROMESSA NA AMÉRICA DO NORTE. LUCAS DIAS É SEU SIMILAR NO BRASIL

Compartilhe: Twitter

Andrew Wiggins nasceu no Canadá. Tem apenas 17 anos e mede 2,01m. Como vocês vão poder ver no vídeo abaixo, o moleque faz de tudo em quadra.

Joga em todas as posições. E mostra familiaridade com cada fundamento inerente a cada posição.

Wiggins tem 2,01m de altura e tem 17 anos. Claro que ainda vai crescer.

BRASIL

Aqui no Brasil, dizem que o bauruense Lucas Dias é o similar de Wiggins. Lucas é um ano mais novo e é três centímetros mais alto. Joga no Pinheiros.

Por conta de seu tamanho, começou como pivô. Mas eu acho que nunca ninguém perguntou pra ele: Lucas, você gosta de jogar em que posição? Aqui no Brasil, quando um técnico da base vê um pirulão, empurra-o para o pivô.

Lucas está jogando atualmente como ala, pois os treinadores perceberam que ele tem habilidade, agilidade e arremesso para jogar aberto e não no pivô. Ótimo!

Lucas tem participado de partidas do time adulto do Pinheiros no Campeonato Paulista.

EUA

A NBA, como sabemos, proibiu jogador pular o universitário para jogar no profissionalismo. Casos como os de Kobe Bryant, LeBron James e Kevin Garnett não existem mais.

Wiggins vai deixar o high school ao final desta temporada e na outra e desembarcará no college dos EUA. Deve ir para Florida State ou Kentucky. Pelo menos é o que se comenta.

Ou seja: chegará na NBA com 19 anos, isso se resolver arriscar o draft depois de sua primeira temporada no universitário. Acho que este é o melhor caminho. Como dizia Michael Jordan, um passo de cada vez.

Claro que isso não é regra. Se fosse, Kobe, LBG e KG não seriam o que são. Mas eu acho saudável não pular etapas.

BRASIL 2

Lucas Dias, como disse, joga no adulto do Pinheiros. E tem 16 anos. Fico me perguntando: não é prematuro estar no adulto? Lucas domina todos os fundamentos? Não seria melhor amadurecer aos poucos? Conviver com gente de sua idade, que pensa e age como ele?

Fico me perguntando: o que o adulto pode ensinar para Lucas? As cobranças e as exigências no adulto são de adultos. Na base, onde ele também está, a vida é outra. As exigências são proporcionais.

SERIEDADE

Falei de Andrew Wiggins porque quero apresentá-lo a vocês e porque quero discutir Lucas Dias.

Lucas, ao que tudo indica, será o nosso próximo grande jogador. Há que se tomar todos os cuidados com ele. Um equívoco e a gente pode perder essa pedra preciosa.

Conheço muito bem o Pinheiros. Sei da seriedade e do profissionalismo com que seus diretores cuidam de todas as modalidades. Não à toa o Pinheiros foi o clube que mais atleta cedeu para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres.

João Fernando Rossi, diretor de esportes do Pinheiros, é um abnegado. O que ele gosta de esporte, especialmente basquete (e brasileiro principalmente) chama a atenção. Respira e transpira esporte o tempo todo.

Inteligente, grande visão administrativa, Rossi contratou Turíbio Leite de Barros para ocupar o cargo de fisiologista no clube. Turíbio é o papa da área no Brasil. Foi ele quem introduziu e mostrou a importância dos fisiologistas na medicina esportiva. Foi no São Paulo que ele fez isso.

Agora Turíbio está no Pinheiros e cuida de Lucas com todo o carinho e atenção. Nessa área eu estou tranquilo: Lucas Dias terá seu corpo moldado e cuidado por Turíbio.

O que me preocupa, volto a dizer, é o fato de Lucas, com apenas 16 anos, estar jogando no adulto.

É bom ter responsabilidades, claro que sim. Mas a responsabilidade de Lucas deveria ser a responsabilidade de um garoto da base e não a responsabilidade de um jogador do adulto.

HISTÓRIA

Eu sei que muitos jogadores porretas, como Oscar, Marcel, Paula e Hortência, começaram muito cedo. E desde cedo jogaram no adulto — até mesmo na seleção brasileira. Mas muitos outros garotos com potencial se perderam por conta desta pressa em lançá-los no adulto.

O que eu acho é que Lucas deveria jogar na base, amadurecer, solidificar os fundamentos; e estudar.

Mas como eu não sou o dono da verdade, proponho esta reflexão: vale a pena um garoto de 16 anos ter atribuições de adulto?

Autor: Tags: , , ,

domingo, 2 de setembro de 2012 Sem categoria | 13:03

CARDÁPIO VARIADO NESTE DOMINGO. MAS TEM VIRADO À PAULISTA

Compartilhe: Twitter

A rapaziada vive perguntando: “Sormani, e o Leandrinho, nada ainda?”.

Nada ainda.

E não é apenas LB que está sem time. Há um grupo de “free agents” desempregado que chama a atenção. São eles:

Mickael Pietrus
Kenyon Martin
Derek Fisher
Tracy McGrady
Michael Redd
Josh Howard
Gilbert Arenas
Leandrinho Barbosa

Howard está treinando com o New York, conforme eu disse ontem. Pietrus recebeu uma proposta para ganhar o mínimo (US$ 1,35 milhão) do Milwaukee, mas disse não. Sobre os demais, nada foi divulgado.

O que esses jogadores (leia-se “agentes”) esperam é que times como o próprio Milwaukee e Washington, que ainda têm um pouco de “carvão” pra gastar, façam uma proposta superior ao mínimo. Ou então que eles dispensem algum jogador e um desses agentes livres possa entrar na vaga.

E nós, por aqui, continuamos torcendo para que LB consiga arrumar um time. E que seja um bom time, não um Toronto da vida.

NEW LOOK

Nesta terça-feira Carmelo Anthony e Amar’e Stoudemire vão dar uma de modelo. Os dois vão desfilar com os novos uniformes do New York para esta temporada. As modificações não foram consideráveis; foram sutis. Mas uma coisinha ou outra mudou, como a faixa na lateral da camisa e do calção. Confiram na foto abaixo:

Se vocês não sabem, as cores oficiais do Knicks são laranja, azul e branco. As cores oficiais da cidade de Nova York. Apenas entre os anos de 1979-83 é que o vermelho foi introduzido no uniforme. E abolido; e depois esquecido. Má ideia, é claro.

MENTALIDADE

Ainda New York: Carmelo Anthony espera que o time tenha a mesma mentalidade vencedora da seleção dos EUA que conquistou o ouro olímpico em Londres. Segundo ele, sua presença e a de Tyson Chandler (outro que esteve em Londres) irão contagiar o grupo.

E mais: há Jason Kidd, que foi companheiro de Melo nos Jogos de Pequim, em 2008. Kidd jamais foi derrotado com a camisa dos EUA em competições oficiais. Melo, ao contrário, ficou com o bronze nos Jogos de Atenas, em 2004.

Kidd, Raymond Felton e Marcus Camby foram adicionados ao Knicks para esta temporada. Mike Woodson, o treinador, espera que esse trio e o Big Three formado por Melo-Stats-Chandler façam do NYK um contendor de peso no Leste.

O que eu acho? O Miami ainda continua favorito ao título na conferência.

PREVISÃO

Na minha previsão, antes de a bola subir, os oito que vão se classificar para os playoffs nesta conferência serão, na ordem:

1º Miami
2º Boston
3º NYK
4º Philadelphia
5º Indiana
6º Brooklyn
7º Atlanta
8º Washington

Nas quartas-de-final teremos:
Miami x Washington = Miami
Boston x Atlanta = Boston
NYK x Brooklyn (NYC vai pegar fogo!) = NYK
Sixers x Indiana = Sixers

Nas semifinais veremos:
Miami x Sixers = Miami
Boston x NYK = Boston

E a final da conferência será novamente entre Miami e Boston. E o Heat ganhará seu terceiro título consecutivo do Leste.

Apenas palpite.

CHICAGO

Muitos podem se perguntar: e o Chicago? Chicago? Hum… Acho que o Bulls não se classifica para os playoffs, pois o que se comenta na cidade dos ventos é que Derrick Rose vai ficar toda essa temporada do lado de fora.

Meu amigo Luis Avelãs, um português engraçadíssimo que conheci em 1996 quando das finais entre Chicago e Seattle, discorda veementemente de minha opinião. Ele, como eu, é torcedor do Bulls. Mas ele é fanático ao extremo.

Pelo Twitter, disse a Avelãs que estou bem desanimado com o tricolor de Illinois. Falei que o Bulls não tem time para encarar Miami, Lakers e OKC, no que ele, prontamente, replicou: “Tem sim. Agora o banco tem soluções para tudo. E há (Kirk) Hinrich para pensar o jogo”.

Avelãs, que trabalha como jornalista no jornal “Record” de Lisboa e também como comentarista em uma TV de Portugal para os jogos da NBA, complementou: “Quando Rose voltar, só paramos com o anel”. Ou seja: quando D-Rose estiver completamente recuperado (próxima temporada) ele crê piamente que o Chicago voltará a ser campeão.

Concorda?

Eu não; ainda acho que o Bulls precisa de outro “alpha dog” — se é que é possível dois “alpha dogs” em uma matilha. O que quero dizer — e vocês sabem o que eu quero dizer — é que, sozinho, D-Rose não vai fazer do Bulls novamente campeão.

SNIF! SNIF!

Desesperado, vendo que solitário não poderia ganhar outro anel e continuar sua quixotesca luta de tentar ser melhor do que Michael Jordan, Kobe Bryant foi ter com Jimmy Buss, filho de Jerry, dono do Lakers. Kobe foi ter com Jimmy, que é quem dá as cartas no Lakers hoje em dia, foi ter com Jimmy e dizer a ele que a franquia precisa de outro “alpha dog”. Kobe disse que apenas ele e Pau Gasol não tinham mais condições para bater, primeiro, o Oklahoma City de Kevin Durant, Russell Westbrook, e, depois, o Miami de LeBron James (sim, em primeiro lugar), Dwyane Wade e Chris Bosh.

A nova ordem da NBA, o novo desenho da liga, diz que times campeões precisam de trios. O Boston mostrou isso em 2008 com seu Big Three formado por Kevin Garnett, Paul Pierce e Ray Allen. Agora é o Miami quem mostra com LBJ, D-Wade e CB1.

Kobe, que é mais esperto do que eu, você e o zelador do meu condomínio, todos nós juntos, sacou isso e foi ter com Jimmy Buss. E Jimmy fez mais uma vez a vontade do menino obstinado, que quer porque quer (como diz Galvão Bueno) ganhar mais um título para ao menos se igualar a MJ. Sim, pois, como sabemos, Kobe quer mais anéis para se igualar, ultrapassar e deixar comendo poeira Michael Jordan. Sim, pois, como sabemos, Kobe não joga pelo simples prazer de jogar. Ele joga porque ele come, bebe e dorme Michael Jordan.

Os vídeos e seu tom de voz, por exemplo, não me deixam mentir.

PUTZ

Acabei falando do Lakers novamente!

Mas não há como não falar desta que é a maior franquia da história da NBA. E a única que rivaliza com times de futebol.

Gostaria mesmo que um dia alguém fizesse uma pesquisa em nível mundial para comprovar o que eu sinto. Se alguém perguntar: pra que time você torce?, acho que o Lakers vai aparecer entre os cinco primeiros.

Na minha opinião vão aparecer, pela ordem:

1º Barcelona
2º Real Madrid
3º Lakers
4º Manchester Utd
5º New York Yankees

Concordam?

GREETINGS

Bom domingo a todos!

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 1 de setembro de 2012 Sem categoria | 20:22

CARDÁPIO DA NOITE DE SÁBADO ESTÁ ABERTO. ESCOLHAM O PRATO

Compartilhe: Twitter

Boa noite aos frequentadores deste botequim. O cardápio oferece o seguinte:

1) Jerry Colangelo diz que continua na presidência da USA Basketball;
2) San Antonio abriu as portas para Brian Butch e Warren Carter treinarem e ver se dá pra aproveitá-los;
3) Sasha Vujacic não é mais namorado de Maria Sharapova;
4) Contrato de Darius Songaila com o BC Donetsk acabou e ele pode voltar para a NBA;
5) Andray Blatche, que jogou pelo Washington na temporada passada, está em conversação com o Brooklyn Nets, que também negocia com Eddy Curry;
6) Blake Griffin diz que a cirurgia no joelho foi muito bem-sucedida e ele está pronto para voltar;
7) Jacque Vaughn, novo treinador do Orlando, finalizou a comissão técnica com as contratações de James Borrego, Wes Unseld Jr., Brett Gunning, Laron Profit, Brett Gunning e Gordon Chiesa;
8) Josh Howard pode assinar com o New York Knicks;
9) Brian Scalabrine pode ser um dos assistentes de Tom Thibodeau nesta temporada;
10) Nick Collison, Thabo Sefolosha, Cole Aldrich e Serge Ibaka estão na África com o programa “Basketball Sem Fronteiras” da NBA;

Foi o que eu encontrei. Creio que até amanhã o cardápio será o mesmo.

Pergunto: qual tema vocês gostariam que eu abordasse? Ou, se eu deixei passar algo importante, me informem, por favor. Poderei falar sobre ele amanhã. Ou hoje mesmo se o assunto for de suma importância.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 Sem categoria | 14:43

BRASIL PERDE PARA A RÚSSIA POR CONTA DO IMPONDERÁVEL!

Compartilhe: Twitter

VTC!

O cara arremessa todo desequilibrado e a bola cai!

VTC!

Brasil não mereceu perder. Jogou muito bem, acertou em quase tudo. Fez o jogo correto. E um cara, todo desequilibrado, joga a bola pra cima e ela cai!

VTC!

Comentem, mais tarde eu volto.

Autor: Tags:

terça-feira, 31 de julho de 2012 Sem categoria | 14:44

BRASIL VENCE, MAS NOVAMENTE NÃO CONVENCE

Compartilhe: Twitter

Foi decepcionante. Especialmente o primeiro quarto, quando marcamos apenas quatro pontos e tivemos um aproveitamento de 2/20 nos arremessos, sendo que nas balas de três foi 0/8.

O que valeu mesmo foi a vitória. Os 67-62 significaram nosso segundo triunfo. Estamos bem na tabela de classificação.

Mas foi preocupante, pois o torneio olímpico é de tiro curto. Nosso selecionado tinha que estar pronto. Não está; isso é visível.

Volto mais tarde. Deixo o espaço para vocês comentarem.

Autor: Tags:

segunda-feira, 16 de julho de 2012 Sem categoria | 17:07

DIAS SOMBRIOS DEVEM MARCAR O FUTURO DO CHICAGO BULLS

Compartilhe: Twitter

Uma pausa sobre seleção brasileira e Olimpíadas para falar de NBA. No caso, do Chicago. Muitos parceiros têm me perguntado: Sormani, nada do Bulls? Não veio ninguém até agora?

Nada do Bulls; e não veio ninguém até agora. O Chicago, até este momento, apenas se desfez de jogadores. Está desmontando aquele que era considerado o melhor banco da NBA. Já saíram C. J. Watson (foi para o Brooklyn), Kyle Korver (acertou com o Atlanta), Ronnie Brewer (está ainda sem time) e Omer Asik (deve ir para o Houston, que ofereceu US$ 25 milhões por três anos de contrato, oferta esta que o Chicago não irá igualar).

E por que o Chicago faz isso? Porque não deve estar apostando nem um níquel sequer na próxima temporada. Não aposta nem um níquel sequer porque deve ter escutado dos doutores do time que Derrick Rose vai praticamente perder todo o próximo campeonato por causa da cirurgia no joelho. Desta forma, seria muito difícil para o time brigar por vaga nos playoffs. Sendo assim, a franquia pensa em: a) economizar; b) abrir espaço no “cap” pensando no futuro; c) investir em drafts, o que ocorreu na saída de Korver.

O que se comenta é que o único jogador de relativo peso a ser contratado é Kirk Hinrich (foto). Ele, que começou sua carreira jogando pelo Chicago (2003-04) e lá ficou até o final da temporada 09-10, viria para ser o substituto de D-Rose neste próximo campeonato. Dividiria o “back court” com Jimmy Butler, que foi recrutado na temporada passada e não mostrou nada demais. O quinteto titular do Chicago, ao que tudo indica, será este:

Kirk Hinrich
Jimmy Butler
Luol Deng
Carlos Boozer
Joakim Noah

Dá pra brigar por vaga nos playoffs? Se os jogadores não se cansarem, dá. Mas o fato é que é impossível jogar e não se cansar. É impossível jogar os 48 minutos das 82 partidas. Quando o Bulls tiver que recorrer ao banco, a quem ele vai pedir socorro?

Sobraram Richard Hamilton e Taj Gibson. E o “rookie” Nikola Mirotic, um ala de força nascido em Montenegro de apenas 21, que barbarizou na liga espanhola com a camisa do Real Madri. Isso, no entanto, não é garantia de nada, pois basta ver o que Tiago Splitter, que até MVP da ACB foi, vem fazendo com a camisa do San Antonio.

Claro que outros jogadores devem chegar. Não dá para encarar uma temporada com oito atletas. A NBA determina que sejam 15 por equipe. Outros sete chegarão. Mas não vão causar nenhum impacto e nem arrancar suspiros dos torcedores.

Esta, pois, é a realidade do tricolor de Illinois.

Se esta secura significar dias de prosperidade no futuro, tudo bem. Mas se esta estiagem significar a volta aos tempos sombrios, que Jerry Reinsdorf, dono da franquia faça alguma coisa. Ou demita Gar Forman, o gerente geral, ou venda o time para alguém disposto a explorar esse grande mercado que é Chicago. Cidade rica e franquia com a terceira maior torcida da NBA — isso se não for a segunda.

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 30 de abril de 2012 Sem categoria | 19:03

EM LONDRES, SELEÇÃO MASCULINA DEU SORTE, JÁ A FEMININA…

Compartilhe: Twitter

Foram definidos na manhã desta segunda-feira os grupos dos torneios de basquete masculino e feminino dos Jogos Olímpicos de Londres. Os marmanjos ficaram num grupo muito bom; as moças, por seu lado, vão ter pedreiras pela frente.

MASCULINO

O Brasil caiu no Grupo B. Estará ao lado de Espanha, Austrália, China, Grã-Bretanha e um dos times que vão se classificar no Torneio Pré-Olímpico Mundial, que será disputado na Venezuela. E tudo indica que devem ser três europeus: Rússia, Grécia e Lituânia. No Grupo A estão os EUA, Argentina, França Tunísia e dois do Pré-Mundial.

Não precisa ser expert em basquete para saber que ao evitar os EUA o Brasil já se deu bem. Mas isso não significa que só pegaríamos os norte-americanos em uma final. Nada disso; se a seleção ficar em quarto lugar em seu grupo, pega o primeiro do A e esse selecionado deve ser os norte-americanos. E se isso ocorrer, esquece: disputaríamos do quinto ao oitavo lugares. Por isso, o Brasil tem que ficar na pior das hipóteses em terceiro lugar no grupo.

Mas vamos analisar o nosso grupo: Brasil, Espanha, Grã-Bretanha, Austrália, China e provavelmente um europeu. Qual o cenário para o time dirigido por Rubén Magnano (foto)? Em primeiro lugar o Brasil não sai. Não creio em vitória diante dos espanhóis, o melhor time do mundo depois dos EUA. Teríamos, nesse caso, que brigar pelo segundo posto. Dá pra pensar nele? Claro que dá. Um time que tem pretensões de medalha não pode pensar em perder para Austrália, Grã-Bretanha e China. Suponhamos que o europeu desconhecido seja a Lituânia. Aí complica. E se for a Rússia? Também. Grécia? Dá pra pensar em vitória.

Portanto, se o Brasil tem sonho de medalha olímpica, o ideal para o nosso selecionado é que a Grécia, um time envelhecido, caia em nosso grupo. A menos que Porto Rico apronte, se classifique e esteja no nosso emparceiramento. Neste caso os céus estariam olhando para nós. Mas não acredito nisso. Volto a dizer: Lituânia, Rússia e Grécia devem ser os classificados no Pré-Mundial.

Se o Brasil passar em segundo lugar, ele pega o terceiro do A. Bem, os EUA serão os primeiros, ninguém duvida. E os demais? Acho que os franceses ficam com o segundo posto e argentinos e dois europeus vão brigar por duas vagas. Por isso o sorteio foi muito bom para o Brasil, que além de ter evitado os EUA, viu cair em seu grupo apenas uma seleção do Pré-Mundial. Alguém insiste com a pergunta sobre quem será o terceiro colocado? Realmente, não sei; pode ser Argentina ou qualquer um dos dois europeus a serem definidos.

Agora, isso tudo vale como análise se o Brasil for a Londres com o que tem de melhor. Se deixar do lado de fora Nenê Hilário e Leandrinho Barbosa e se Anderson Varejão não se recuperar de sua fratura na munheca, esquece. Com o grupo que foi a Mar del Plata o Brasil não se classifica de jeito nenhum. Vai brigar do nono ao 12º lugares.

A tabela da chave brasileira é a seguinte:

29 de julho – BRASIL x Austrália
31 de julho – Grã-Bretanha x BRASIL
2 de agosto – BRASIL x Qualifying 3
4 de agosto – China x BRASIL
6 de agosto – Espanha x BRASIL

FEMININO

Nossas moças não deram sorte. Caíram no Grupo B, ao lado de Austrália, Grã-Bretanha, Rússia e dois classificados do Pré-Mundial. No Grupo A estão os EUA, China, Angola e três seleções que vêm do Pré-Olímpico, que será disputado na Turquia.

Cinco serão os times que vão ser selecionados neste torneio. No caso das moças, sinceramente, não consigo ver favoritismo deste ou daquele. Estarão no Pré as seguintes seleções: Croácia, República Tcheca, França, Turquia, Argentina, Canadá, Porto Rico, Japão, Coreia do Sul, Mali, Moçambique e Nova Zelândia. Destes selecionados, os quatro europeus são fortes, a Argentina vem num crescendo e Japão e Coreia do Sul não podem jamais serem descartados. Quer dizer: há sete times brigando por cinco vagas.

Dá pra se classificar? Esta é a primeira pergunta que tem que ser feita no caso do feminino. Austrália e Rússia se classificam, com certeza, no grupo brasileiro. Sobrarão duas vagas. Se no grupo apareceram República Tcheca e um time asiático, ficará complicado. Se forem dois europeus, mais ainda.

Enfim, não consigo enxergar luz no fim do túnel para uma equipe que será dirigida por um técnico novo (Luiz Claudio Tarallo, foto) e sem qualquer experiência internacional. Por um time que não tem nenhuma estrela de extrema grandeza. Por isso, será fundamental o Brasil trabalhar o conjunto. Será fundamental que o Brasil jogue como equipe e que nossas moças não fiquem se achando que em quadra elas são as rainhas da cocada preta. Não temos mais essas jogadoras. Paula, Hortência e Janeth fazem parte da nossa história. Hoje o negócio é trabalhar “like a dog” e jogar como time.

Se alguém tem ego inflamado, que o esvazie e o deixe do lado de fora do ginásio. Caso contrário, tudo ficará ainda mais difícil.

A tabela das moças é esta:

28 de julho – BRASIL x Qualifying 5
30 de julho – Rússia x BRASIL
1 de agosto – Austrália x BRASIL
3 de agosto – BRASIL x Qualifying 3
5 de agosto – Grã-Bretanha x BRASIL

DEFINIÇÃO

No masculino, a fase decisiva tem as seguintes datas:

8 de agosto – Quartas-de-finais
10 de agosto – Semifinais
12 de agosto – Final e disputa do 3º lugar

Já no feminino os dias escolhidos foram:

7 de agosto – Quartas-de-finais
9 de agosto – Semifinais
11 de agosto – Final e disputa de 3º lugar

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última